Le Desordre C’est Moi


Como a internet mudou a propaganda?
junho 28, 2010, 11:32 am
Filed under: Inspiração, Trends | Tags: , ,

A cada nova mudança tecnológica, é demandada uma nova estratégia de audiência, repercussão e, é claro, publicidade.
Conforme os gadgets se desenvolvem, tudo que ele rodeia cresce também. O Kindle Ipad surgiu para modificar a maneira de leitura de consumidores fiéis – ou não – de livros e revistas. Assim como a internet surgiu para revolucionar a maneira de ouvir rádio e ver televisão, e assim acontece com toda a evolução de gadgets que aparecem diariamente, gerando um efeito dominó de crescimento compartilhado.

Esse vídeo trata exatamente disso, mostrando que não existe uma maneira de obter sucesso na internet utilizando publicidade dita como “tradicional” que sempre foi utilizada na televisão e em outros meios. É o compartilhamento e o crescimento coletivo que dominam esse setor, enquanto o rádio, a mídia impressa, o outdoor e todos os meios de comunicação, cada um possui sua estratégia. E a internet é o meio mais aberto para crescer em diversas ramificações relacionadas à publicidade.

Vídeo muito bonitico e extremamente interessante.

BlogBlogs.Com.Br



Seu lugar
junho 22, 2010, 3:04 pm
Filed under: sentir | Tags:


Podia sentir que naquele lugar ela poderia dançar entre suas mil personalidades, oscilando em temperamentos e vontades, como sempre desejou.
Que ali poderia ser quem ela realmente era, pensar e falar o que quisesse, contar seus maiores medos, dos infantis aos realmente assustadores. E dizer tudo que ela estava sonhando sem ser taxada de louca ou mal interpretada.
Ela não é pré julgada, é acolhida.

É ali que ela quer passar essas noites de inverno que estão por vir, comendo besteiras, brincando com seus cachorros, fazendo as unhas ou dormindo. Não importa o que, importa onde.
E que afinal, pensar todas as loucuras que ela pensou a vida inteira não é errado, ela pode contar ali, e é estimulada a pensar ainda mais a fundo, enlouquecer e se perder cada dia mais. Afinal, o lugar geográfico é o de menos.

E ela notara que ali, deitada naquele ombro, era seu lugar.

photo



Clássicos que se compram
junho 21, 2010, 4:33 pm
Filed under: dicas, O que você fez de inédito hoje? | Tags: , ,

Pequenos prazeres clássicos que você adquire começam a explicar porque é tão bom possuir algo tão atemporal.

E fazem você gastar uma grana violenta.



Mario Stop Motion
junho 11, 2010, 11:52 am
Filed under: Diversão | Tags: , , , , , , ,

Ando sem muito tempo de postar aqui, mas queria compartilhar:
Stop Motion feito de papel numa escola da China (ou será Japão?)

Eu nunca enjôo de stop motions.



Modelos Louis Vuitton
maio 5, 2010, 2:03 pm
Filed under: Moda, Vergonha Alheia | Tags: , ,

Vi no The Love Magazine uma imagem com todas as modelos da Louis Vuitton sem maquiagem, bem estilinho 3×4.

Medo. Várias Algumas até nos fazem pensar que se emagrecermos uns 15kg e crescermos uns 10cm, poderemos ser modelos da Vuitton, porque de rosto sem maquiagem estamos ótimas! Claro que nessas fotos provavelmente elas também já estavam se matando há dias para os desfiles, comendo alface a semanas, sem dormir direito nem nada disso, mas vamos fingir que não e ter esse momento de conforto! haha
Mas tem algumas que mesmo sem maquiagem, descabeladas, ainda são de dar invejinha branca a qualquer ser humano.

Fazia tempo que não fazia um post menininha por aqui. As vezes esqueço que esse blog é meu e, independente do que as pessoas estejam interessadas em ver ao entrar aqui, eu posso e devo postar sobre tudo que me interessa. Mesmo sendo assuntos totalmente diferentes e que não costumam ter o mesmo público. Cabeça aberta é o que há!
Assumir todas as suas personalidades e pluralidades é ótimo 🙂



Tentando produzir no ócio

Estou passando por uma fase de ansiedade por falta de absurda falta do que fazer. As vezes acho que tempo de sobra demais me faz produzir de menos, afinal sempre gostei de fazer as coisas sob pressão. De qualquer forma, uma coisa que, por sorte, eu nunca abandonei, é a leitura. Como diz meu perfil do blog, sou fanática e gosto de ler até rótulos de shampoo, provavelmente obra da minha mãe que me oferecia milhares de revistinhas da Mônica quando era pequena.
Como todos que também possuem esse vício, diariamente acho trechos filosóficos, tenho insights por conta do que estou lendo e sempre penso que aquela frase ou memória vai ficar na minha cabeça até eu chegar em casa e desenvolver. Se eu tivesse memória, talvez pudesse contar com ela. Mas, como esse não é o caso, comecei a rabiscar meus livros, revistas, fazer anotações em qualquer folha que vejo pela frente, pensando em não perder o momento que tenho alguma vontade de produzir em meio a todo meu, muitas vezes inutil e infeliz, as vezes abençoado, ócio.

Hoje peguei uma revista aqui em casa que foi ótima de ler, mesmo tendo comprado por engano. Jurava que era a TPM, mas era a TRIP. A capa me atraiu por ser do Wagner Moura e, como a diagramação das revistas é semelhante, nem me dei ao trabalho de ler a frente, folheei um pouco e já trouxe ela para casa. E de uma revista que eu pensava que só falava de surf e esportes radicais, me surpreendi positivamente e já espero pela próxima. Fiz uma série de grifos na revista e compartilhei no meu Tumblr. Para quem se interessar, é esse o link da tag: http://debbiecorrano.tumblr.com/tagged/trip
Meu Tumblr tem sido o refúgio do ócio quando encontro algo criativo que me inspire. Ou algo que o valha. Ultimamente as coisas tem soado um pouco óbvias demais para mim, mas acho que é fase, constatar o óbvio não é um dos meus programas preferidos.

Essa edição é voltada inteiramente a o assunto “Drogas: Uma edição para entender por que se drogar é humano”, e eu já quis emprestar essa revista a pelo menos 3 pessoas diferentes porque acho que TODO MUNDO deveria ler. Mas não consegui, já que tenho aquele amor por revistas e tenho dó delas estragarem, porque ninguém vai cuidar muito bem delas, inclusive eu. Mas pelo menos as mantenho debaixo de minhas asas, bem mãe coruja.
Mesmo que seja raro eu pegar uma revista antiga para ler novamente, gosto de guarda-las, mas fica cada vez mais difícil por conta do espaço. Alias, alguém aí tem uma solução legal para guardar revistas? Quando era mais nova, recortava as matérias e imagens interessantes e guardava numa pasta, mas minha paciência diminuiu e o carinho pelas folhas levemente plastificadas aumentou.

E que meus ócios sejam mais produtivos a partir de hoje, em que tive a brilhante idéia de ir atrás de grifos e anotações que me inspiraram ao menos um pouquinho.



Cadbury Dairy Milk
abril 10, 2010, 3:42 pm
Filed under: Interessante, Propaganda | Tags: , , , , , ,

Lembram daquela propaganda de um Gorila tocando Phil Collins na bateria, que ganhou um Grand Prix em Cannes 2008 e gerou milhares de discussões na internet em torno da divulgação do produto?
Muita gente sequer sabe que esta propaganda é para promover uma marca de chocolates, a Cadbury Dairy Milk, mas só pelo fato de lembrarem do gorila tocando bateria já é algo marcante e memorável, pois acabou viralizando na internet e ganhando repercussão no mundo todo.

A fórmula não funcionou novamente com a propaganda Eyebrows da marca, apesar de seguir a mesma linha de entreter o consumidor principalmente online, sem fazer ligação direta com o produto durante o comercial, apenas nos ultimos segundos.

Dessa vez, a “A Glass And A Half Full Production” criou um anuncio querendo mostrar o processo de produção do chocolate, mas sem perder o intuito de entretenimento:

Talvez assim as pessoas não caiam tanto em cima de seus anuncios como cairam no Gorilla, já que ele faz uma ligação direta ao chocolate, ao contrário dos anteriores.

Já no site oficial, a empresa continua frisando seu selo de comércio justo e solidário, incentivando as pessoas a pensarem em trocar os produtos “comuns”, por produtos que contém a certificação fairtrade. No site, você pode divulgar em seu facebook (já interagindo com as mídias sociais!) o site Big Swap Songs, em que você baixa um album chamado “Big Swap”, que contém alguns hits britanicos, de graça, e em troca diz que marcas trocaria (ou já trocaram) por produtos com o selo fairtrade. A empresa também contém um blog falando sobre responsabilidade social e já produziu anuncios para publicar essa notícia. Boa participação online para divulgar uma proposta solidária, seguindo a tendência de mostrar para o consumidor quanto a marca é engajada e ganhar mais credibilidade. Típico, porém, os resultados do Fairtrade Fortnight agradecem.

Mais de Propaganda no Le Desordre.