Le Desordre C’est Moi


A Desordem

Depois de 2 anos e meio nesse endereço absurdamente dificil de escrever (Le Desordre C’est Moi), agora estou escrevendo aqui:

www.adesordem.com

www.adesordem.com

www.adesordem.com

www.adesordem.com

www.adesordem.com

Se você já seguia meu RSS, é só mudar pra esse endereço aqui: http://feeds.feedburner.com/adesordem

Ainda tá bem no comecinho, mas é isso aí. Lá com certeza vai ser bem mais atualizado que aqui, tá?

Beijo 🙂



I’m Here, novo curta de Spike Jonze
julho 27, 2010, 4:45 pm
Filed under: filmes, Inspiração, O que você fez de inédito hoje? | Tags: , , , ,

O novo curta do Spike Jonze estréia amanhã, só para convidados, no MIS (Museu da Imagem e Som) e apenas na sexta feira será aberto ao público. A apresentação vai até o final da mostra, em agosto.
A história trata de dois robôs apaixonados que moram em Los Angeles e no MIS, prometem que será mais interativa entre o filme e o ambiente que será exibido, mais um bom motivo para quem mora em São Paulo ir até lá assistir.

Esse é o trailler:

Aqui você entra no site oficial.



Clássicos que se compram
junho 21, 2010, 4:33 pm
Filed under: dicas, O que você fez de inédito hoje? | Tags: , ,

Pequenos prazeres clássicos que você adquire começam a explicar porque é tão bom possuir algo tão atemporal.

E fazem você gastar uma grana violenta.



Tentando produzir no ócio

Estou passando por uma fase de ansiedade por falta de absurda falta do que fazer. As vezes acho que tempo de sobra demais me faz produzir de menos, afinal sempre gostei de fazer as coisas sob pressão. De qualquer forma, uma coisa que, por sorte, eu nunca abandonei, é a leitura. Como diz meu perfil do blog, sou fanática e gosto de ler até rótulos de shampoo, provavelmente obra da minha mãe que me oferecia milhares de revistinhas da Mônica quando era pequena.
Como todos que também possuem esse vício, diariamente acho trechos filosóficos, tenho insights por conta do que estou lendo e sempre penso que aquela frase ou memória vai ficar na minha cabeça até eu chegar em casa e desenvolver. Se eu tivesse memória, talvez pudesse contar com ela. Mas, como esse não é o caso, comecei a rabiscar meus livros, revistas, fazer anotações em qualquer folha que vejo pela frente, pensando em não perder o momento que tenho alguma vontade de produzir em meio a todo meu, muitas vezes inutil e infeliz, as vezes abençoado, ócio.

Hoje peguei uma revista aqui em casa que foi ótima de ler, mesmo tendo comprado por engano. Jurava que era a TPM, mas era a TRIP. A capa me atraiu por ser do Wagner Moura e, como a diagramação das revistas é semelhante, nem me dei ao trabalho de ler a frente, folheei um pouco e já trouxe ela para casa. E de uma revista que eu pensava que só falava de surf e esportes radicais, me surpreendi positivamente e já espero pela próxima. Fiz uma série de grifos na revista e compartilhei no meu Tumblr. Para quem se interessar, é esse o link da tag: http://debbiecorrano.tumblr.com/tagged/trip
Meu Tumblr tem sido o refúgio do ócio quando encontro algo criativo que me inspire. Ou algo que o valha. Ultimamente as coisas tem soado um pouco óbvias demais para mim, mas acho que é fase, constatar o óbvio não é um dos meus programas preferidos.

Essa edição é voltada inteiramente a o assunto “Drogas: Uma edição para entender por que se drogar é humano”, e eu já quis emprestar essa revista a pelo menos 3 pessoas diferentes porque acho que TODO MUNDO deveria ler. Mas não consegui, já que tenho aquele amor por revistas e tenho dó delas estragarem, porque ninguém vai cuidar muito bem delas, inclusive eu. Mas pelo menos as mantenho debaixo de minhas asas, bem mãe coruja.
Mesmo que seja raro eu pegar uma revista antiga para ler novamente, gosto de guarda-las, mas fica cada vez mais difícil por conta do espaço. Alias, alguém aí tem uma solução legal para guardar revistas? Quando era mais nova, recortava as matérias e imagens interessantes e guardava numa pasta, mas minha paciência diminuiu e o carinho pelas folhas levemente plastificadas aumentou.

E que meus ócios sejam mais produtivos a partir de hoje, em que tive a brilhante idéia de ir atrás de grifos e anotações que me inspiraram ao menos um pouquinho.



O que eu aprendi num mochilão.
fevereiro 5, 2010, 5:40 pm
Filed under: O que você fez de inédito hoje?, Vida Real | Tags: , ,

Compreender o modo diferente das pessoas pensarem e não me espantar tanto.
Diminuir o pré julgamento que eu fazia das pessoas.
Abrir vinho com uma faca.
Abrir vinho com uma escova de dentes.
Abrir vinho batendo no fundo (mas eu não consegui).
Não abrir vinho com um mini canivete.
Descascar laranja com uma colher.
Um sorriso é universal.
Você não é obrigado a falar lingua alguma pra conversar com alguém, sempre dá-se um jeito.
Tem muitas coisas que você só vai notar se estiver sozinho.
Tem muitas coisas que voce só vai notar se estiver acompanhado.
Existem toalhas que se secam só de você torce-las!
As mulheres israelenses precisam fazer 2 anos de exercito obrigatoriamente (quero ver alguém mexer com uma hahaha).
O Brasil ainda é um país muito subdesenvolvido, mas todos que não moram nele são apaixonados.
Ninguém conhece os pontos turisticos do próprio país, só dos outros.
Fazer uma tampinha de cerveja voar na cabeça de alguém atrás de você, sem que você seja notado.
Abrir garrafa com o esqueiro.
Cada camiseta que você tem serve pra pelo menos umas 10 coisas diferentes.
10% do seu peso não é NADA.
Você não precisa de quase nada de roupas e derivados pra viver por pelo menos 1 ano.
Não é sempre que um animal selvagem vai te atacar. Mas quase sempre.
Bafo de leão é um terror.
As vezes um caderninho torna-se seu melhor amigo.
Brasileiro que se encontra fora do país vira irmão em 5 minutos.
Australianos bebem o dia inteiro e os homens parecem o Ken, da Barbie.
Tem gente muito mais estranha que você no mundo. E mais porca.
Nada melhor do que conhecer gente que pensa diferente de você para abrir sua mente.

Ad infinitum…



Desobvialize
outubro 30, 2009, 5:03 pm
Filed under: Design, O que você fez de inédito hoje?, para pensar | Tags: , ,

Um vídeo que mostra o valor de tirar o óbvio da sua vida, de inovar, arriscar, ser autêntico e encarar a vida de peito aberto.

ÓTIMO!



O que você fez de inédito hoje?
junho 27, 2009, 4:35 pm
Filed under: O que você fez de inédito hoje?, para pensar

art,creative,colors,graphic,design,illustration,grafiche,simpatiche-7c6fc3d21551e01f7804e2e675f2a63e_h

No meu Google Reader possuo mais de 40 blogs/sites que acompanho (quase) diariamente. Dentre eles está O Pequi, que tem um destaque especial e sempre é um dos primeiros que eu vou ver os novos posts. Até as “entrevistas” no Persona, com as mesmas perguntas, são sempre com pessoas interessantes e inspiradoras.
Inspirador, inclusive, é uma palavra que define bem o site.

Segue um trecho de um de seus posts:

“Tem dia que a gente se cansa da mesmice, sente uma vontade louca de desbaratinar com a rotina, fazer um moicano ultrajante, uma tatuagem, um piercing e largar o emprego. Partir para o Camboja, saltar de bungee jumping, dar um beijo num estranho.

Às vezes tudo o que a gente precisa é mudar um móvel de lugar, mesmo que seja aquela poltrona desbotada que fica dentro da cabeça. Inventar um nome diferente, fazer uma torta de palmito, pegar um ônibus para um lugar que nunca ouvimos falar antes.

O que você fez de inédito hoje?”

Quase SEMPRE me sinto como esse post descreveu, e não costumo pensar em alguma coisa simples assim para resolver toda essa minha inquietude diária, apenas fazendo-a acumular mais e mais. Por isso, resolvi incluir isso na minha rotina, além de inaugurar aqui a categoria “O que você fez de inédito hoje?”, para lembrar ainda mais dela.

Espero que vocês façam o mesmo.

Ilustração por Yasmeanie