Le Desordre C’est Moi


I belong to me
julho 24, 2009, 2:32 pm
Filed under: para pensar

i-belong-to-me

A vida é cheia de cobranças por todos os lados. No trabalho, na faculdade, nos relacionamentos, na família, com os amigos, nas atitudes, nas respostas e nas perguntas. É tanta cobrança que as vezes nos esquecemos de viver nossa própria vida, com nossas regras, nossos caminhos e nosso tempo. Esquecemos o quanto é bom fazer alguma coisa qualquer, porque você já foi tão cobrado a executa-la que virou mais um peso nas suas costas,  não algo gostoso de ser feito. É muito dificil aprender a separar que algo cobrado pode ser algo prazeiroso, e muitas vezes realmente é, mas a idéia de ser uma cobrança sobrepõe-se do prazer e vira algo massante, que te frustra.

Precisamos aprender a colocar numa caixa todas as cobranças e em outra os prazeres, mesmo que as vezes uma mesma coisa possa se repetir nas duas por um tempo, até tornar-se apenas mais uma cobrança e você esquecer o quanto era bom fazer aquilo por apenas gostar de fazer. A vida é tão corrida e cheia de obrigações que não podemos perder esses pedacinhos de felicidade que temos diariamente, mas perdem-se na corrente de obrigações e coisas massantes a se fazer.

Esquecemos que no fundo, tudo que nós executamos pertencem a nós mesmos, de sentimentos a trabalho. A essência que um sentimento ou até indo ao extremo de um job trará será exclusivamente nossa, o que reflete nos outros são apenas palhinhas daquilo que nós possuimos.

Anúncios

2 Comentários so far
Deixe um comentário

Perfeito.
Lembra o slogan de uma campanha publicitária que vi tempos atrás: “keep it simple”.
É hora de reclamar de volta o prazer pelo que fazemos: afinal, foi partindo desse princípio que acabamos por alcançar aqueles que, agora, nos cobram!
😉
Bjs

Comentário por Renato Alt

Muitas vezes (espero que todas) tomamos caminhos na vida que sabemos que nos dará prazer, mas no meio dele esquecemos do porque escolhemos aquilo ali. É sempre bom lembrar o porque se está ali, e se realmente aquilo ainda lhe dá prazer ou não. Se não der, é hora de mudar!

Comentário por debbiecorrano




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: