Le Desordre C’est Moi


Mary Kate Olsen Style
agosto 18, 2008, 3:02 pm
Filed under: Moda | Tags: , , , , ,

Dentre as milhares de celebridades que se vestem absurdamente bem (ou nem tanto), para mim, uma das que tem mais destaque é a Mary Kate Olsen (Uma das gemeas mais ricas do mundo, que já sofreu de anorexia e revezava com sua irmã quando eram nenens no papel de Michelle? no extinto seriado Full House). Entre Ankle Boots, moletons gigantes, mini saias, havaianas, bolsas enormes, camisas listradas e big sunglasses, MK tem um dos estilos mais exóticos de Hollywood, popularmente conhecido na internet como Hippie-Chic (what?), mas que não necessariamente se baseia no Hippie. Ela vai do Rock’n Roll, passando por hippie até chegar a um estilo bem patricinha. Acessórios são indispensaveis em praticamente todos seus looks, e o cabelo com aparencia de acabei-de-acordar na maioria do tempo. Em alguns sites de fofoca americanos, muitos jornalistas/blogueiros condenam seu jeito de não seguir a moda e fazer seu proprio visual.

Sou perdidamente apaixonada por essa Ankle Book da MK com esse salto grosso que vai afinando. Nunca encontrei pra vender no Brasil 😦

Em algumas situações, na minha opinião, MK extrapola de leve

Em qualquer outra pessoa isso ficaria extremamente bizarro e sem noção, mas como ela é uma Olsen, todo mundo acha ok. No tapete vermelho não é diferente, Mary Kate (e, na foto, sua irmã também) se destaca por suas composições exóticas.

A cada clique dos paparazzi, MK está com um estilo diferente, e nem por isso perde sua “personalidade visual” (talvez sempre..erm….exótica?).

Vocês acham ela moderna demais ou não? Confesso que fico até assustada as vezes com alguns looks, mas na grande maioria fico toda *-* com as roupas e acessórios que você nao vê em mais ninguém.

Apelação: Se alguém souber ao menos de que marca é aquela Ankle Boot, me fale :~
Edit: Já descobri. Balenciaga 😉

Anúncios


Venus x Marte
agosto 17, 2008, 9:35 pm
Filed under: Comportamento, Diversão, relacionamento, Vida Real

Pelas minhas andanças pelo blogosfera atual, sempre me deparo com bilhoes de blogs que falam sobre relacionamento, tentando entender o sexo oposto numa briga inacabavel de quem-decifra-quem. Até aí, eu acho muito interessante esse tipo de coisa quando você fala sobre seu próprio sexo e deixa claro que VOCÊ pensa assim, não todo mundo. É engraçado esses jornalistas da Claudia, Nova ou sei lá qual revista que escrevem coisas absurdas que você, com um minimo de senso de ridículo, não deve seguir. Quem escreve aquele tipo de coisa?

“Uma edição especial para você e o gato comemorarem o Natal à moda NOVA. Inclui posição da Rena, loucuras com fios de ovos, carta erótica a Noel…”

Fonte

E eles garantem que Papai Noel vai ficar muito feliz em receber uma carta erótica e o saco vai ficar cheio. De presentes.

O problema desse tipo de blog é que as pessoas mais burras ingenuas seguem aquilo como se fosse uma Biblia! Todos os homens gostam quando você finge que não tá nem aí, todas as mulheres A-DO-RAM quando você entope a caixa de mensagens do celular dela com mensagens de Bom dia, boa tarde, boa noite, bom sonhos, bom inclua-qualquer-coisa-aqui, os homens gostam de quem não se importa e as mulheres adoram um nhenhenhe (Se fosse exatamente assim, a homossexualidade ia ser um achado).

O que é realmente interessante é essa diferença entre os dois, esse contraste. Muitos homens são sensiveis e carinhosos e muitas mulheres que são cafas. Não é porque ela não liga que ela tá fazendo joguinho e não é porque ele gosta de sexo que essa é a unica coisa que ele quer com absolutamente todas as mulheres. Não são só as mulheres que gostam de serem mimadas e não são só os homens que gostam de sexo (e podem faze-lo sem culpa ou compromisso algum). É divertido tentar entender a mente do outro? É, muito. Ainda mais quando sua analise está certa. Mas uma hora a outra pessoa vai perceber essa sua tentativa de compreender tudo e vai encher o saco. Alguém te analisando e jogando com você toda hora é um saco. Na hora da conquista, ok. Mas para o resto da vida, quando você já namora ou já até casou, não faz sentido. Assim como as mulheres precisam perder essa mania, os homens também. Como você pode namorar com alguém que se você se mostra estar apaixonada e ele se afasta porque sabe que tem você na mão? Essa briguinha de sexos, depois do pontapé inicial já não pode mais acontecer, se não não há ser humano que aguente. Viver jogando Jogo da Vida (turumpsh) enjoa uma hora.



“Eu não quero nada de você”
agosto 13, 2008, 12:30 pm
Filed under: Comportamento, Faculdade, gossip, Vida Real

Essa semana fiquei sabendo de umas fofocas da faculdade, de um cara que pegou uma menina e bibibi, nada demais.
O que me surpreendeu foi o jeito que a menina o tratou no dia seguinte, igual um desconhecido e faltando totalmente com respeito a ele. Encontrei nisso uma grande semelhança a uma historia que aconteceu quando eu tinha 11 anos (!!).
Fico pensando, por que será que as pessoas atribuem a culpa dos seus atos aos outros? Por que, na hora que você faz alguma coisa, não está nem aí para o que os outros irão pensar e só segue sua vontade própria, mas no dia seguinte já ouviu tanto das outras pessoas que acaba mudando sua postura perante aquilo? Isso é muito infantil. Mas, infelizmente, é o que muita gente faz. Se arrepender de uma coisa é completamente diferente de (como no exemplo citado acima) tratar uma pessoa mal porque ela nao condiz com o que você pensa sobre o que aconteceu. Ela não tem nada a ver com sua mudança de postura e merece respeito igual todas as outras pessoas. Juro que não entendo como as pessoas continuam achando que culpando a outra pessoa por alguma coisa que você também fez vai diminuir seu peso na consciencia por ter se arrependido. Ficar com nojinho, ok, compreensivel. Mas tratar com falta de respeito é muito inaceitavel. Se não quer olhar na cara da pessoa finge que nao conhece, o que nao deixa de ser infantil, mas é menos paunocu, né? (ou não…)

E aquele sonho de que na faculdade as pessoas seriam mais crescidinhas acabou faz tempo nunca existiu.



China Doll Bar
agosto 12, 2008, 4:36 pm
Filed under: Design, Vida Real | Tags: , ,

Como todo mundo sabe, as Olimpiadas de 2008 estão acontecendo em Beijing, na China.
Apesar de ter raiva do país (assunto para outro post) e não assistir absolutamente nada de lá, estava passeando pelo thecoolhunter outro dia e me deparei com um bar chamado China Doll Club, obviamente, na China.
Até aí tudo bem né, sem problemas. Mas…olhem só isso:

(clique nas imagens para aumentar)

Decoração LINDA, totalmente psicodelico, luzes por toda parte.
Imagina que genial entrar nesse bar e se deparar com todas essas cores, luzes e detalhes.
Pra quem tá na China (what?), ficadica ;D

Falando em China, encontrei um site no G1 que simula o bloqueio da China nos sites da internet. Pra quem se interessar: http://www.websitepulse.com/help/testtools.china-test.html



The monster was created
agosto 12, 2008, 1:54 pm
Filed under: Outros

Olá blogosfera!

Após muita enrolação finalmente esse blog nasceu.
Aqui pretendo falar sobre tudo um pouco, basicamente.
Moda, música, atualidades, tecnologia, propaganda, vida real, diversão e toda a filosofia de boteco que se passa na cabeça de uma (futura) publicitaria, atual (pseudo) editora de video, universitaria e recém maior de idade.

Sejam bem vindos! 🙂